A espera é uma tortura

Sou uma pessoa bem simples, ou pelo menos, tento ser.

Sou organizada e pontual, me cobro, só sei ser assim. E com isso, acabo esperando o mesmo das outras pessoas também. Por isso me incomodo com esse jeito do carioca em ser evasivo.

Frases do tipo: “um dia nos vemos”, “qualquer dia passo lá”, “se der eu apareço”. Como me irritam!

Quando eu digo vou, me mato pra ir.

Esse é meu modo de pensar. Sou o tipo de pessoa que se quiser me fazer uma surpresa, faça! Mas tem que ser surpresa mesmo. Não posso nem desconfiar, ou seja, não me crie nenhuma expectativa.

Sou chata, eu sei… mas sou ansiosa e minha ansiedade não é boazinha comigo.

Fico assim em qualquer situação e com qualquer pessoa. Até no trabalho. Até com amigos.

Não sou nem um pouco masoquista… e a espera pra mim é uma tortura.

A minha fuga é o botão OFF.

O único jeito de escapar da ansiedade é me desligar completamente do problema.

Pode fazer brincadeiras, gracinhas me divertem. Mas não espere que eu esteja sempre disponível.

E se eu sumir, ou não te procurar, não significa que te apaguei da minha vida, mas me afastei pra não sofrer. Afinal de contas, não sou nenhuma Mulher Maravilha!

Anúncios

~ por A Loira em 15/11/2011.

Comenta aqui!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: