Ser Lembrada

Pois é! Comigo foi diferente, posso dizer que fui pega pela barriga! Com um tempero maravilhoso (não conseguia largar aquela costela de porco, me lembro bem… rs), coloca inveja em muito gourmet por ai, ela me cativou. De olhar brilhante e palavras sensatas, ela preenche qualquer espaço vazio de muito conteúdo e entusiasmo. Com o tempo percebi o quanto somos parecidas e isso só incentivou a aproximação. Perfeito! Entrei para a família! Me dei bem!…rs

E a partir daí as minhas saídas ficaram mais divertidas, com uma mistura de papo cabeça e muitas gargalhadas. Adorooo!!!

E… como acreditamos que “nada é por acaso”, e que tudo tem um propósito e um valor, decidimos criar um blog, para compartilhar com todos as tantas conquistas e derrotas que insistem em nos surpreender constantemente. Mas que sempre servem de aprendizado, pois no nosso poço tem mola!

Tudo começou numa sexta-feira, solteiríssimas, cheirosas e com muita disposição, fomos para o lugar ideal de pessoas bem resolvidas e alegres…LAPA!!!… Não poderia ser outro lugar.

Meio perdidas no meio da multidão e confusas em qual lugar se instalar, acabamos voltando no ponto de partida, onde nossa mesa já estava a nossa espera.

Naquela noite, sem saber descobrimos que era a noite de lembranças, de “ser lembrada’.

Entre uma cerveja gelada aqui, e um aperitivo ali, a lindona aí em baixo foi a primeira a “ser lembrada”.

Maisena, homem bonito, de bela voz e atencioso, a flertou a noite inteira e numa passadinha para o banheiro a surpreendeu com um “Te vejo sempre, você é linda, não esqueci de você”.

Pronto! Ela ganhou a noite e ele o telefone para outro dia, porque naquela noite a mesa era só nossa e o papo também!

Logo em seguida, sem esperar, foi a minha vez!

Polvilho, homem não tão bonito, mais que fazia muita questão de parecer, veio a mim com sua voz nem um pouco sutil e me convidou para sair dali. Como não correspondi com suas expectativas, recebi a seguinte resposta: “É gata, você é bem convencida!”… Bom, como toda ação tem sua reação resolvi retribuí-lo com um sonoro “Então meu anjo, porque você não volta de onde veio e deixa de perder essa grande oportunidade…” Com uma cara de confuso ele fez questão de perguntar: “Qual oportunidade, gata?”. Fiz questão de responder: “A oportunidade de ficar calado e deixar eu aproveitar minha noite!”.

Desculpe, mas não pude evitar, ele “levantou”, eu tinha que “bater”…rsrs

Creio que fui inesquecível para ele, deve estar lembrando de mim até agora entre palavras como FDP e outras…rs

Mas a vida é isso, até as derrotas tem seu lado bom, divertido!

A noite seguiu, e o blog surgiu!!!

Felizes com a idéia e a noite, fechamos o bar (literalmente) e pagamos a conta!

Na próxima tem mais…

Anúncios

~ por A Ruiva em 13/07/2011.

Comenta aqui!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: